Concurso MPU 2018: Saiu Edital, Salários de até R$ 11.259!


Postado em 20/08/2018



A espera pelo lançamento do edital e abertura das inscrições para o 10º concurso MPU 2018 (Ministério Público da União) acabou! Foi publicado o edital nº 1/2018 MPU, que objetiva o provimento de vagas e a formação de cadastro de reserva nos cargos de Analista e de Técnico.


O concurso terá como banca organizadora o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Há vagas no Distrito Federal e nos seguintes estados : Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Acre e Minas Gerais.


Ao todo serão providas 47 vagas, sendo, pois, 37 para ampla concorrência, 03 para candidatos com deficiência e outras 07 para candidatos que se declararem negros. Para o cargo de Analista do MPU – Especialidade Direito são abertas 36 vagas e para Técnico do MPU – Especialidade Administração está previsto o preenchimento de 11 vagas.


A remuneração é de R$ 11.259,81 para Analista e para Técnico, R$ 6.862,72, ambas as jornadas de trabalho são de 40 horas semanais. Entre os requisitos mínimos para investidura nos cargos destacam-se os seguintes:

Analista do MPU - Especialidade: Direito


Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).


Técnico do MPU - Especialidade: Administração 


Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Prepare-se para o Concurso do MPU - Técnico e Analista



Inscrições Concurso MPU 2018

As inscrições poderão ser realizadas no período que compreende as 10 horas do dia 23 de agosto e 18 horas do dia 10 de setembro de 2018 (horário oficial de Brasília), exclusivamente, pela internet através do link http://www.cespe.unb.br/concursos/mpu_18. A taxa de inscrição será no seguinte valor: 


Analista do MPU: R$ 60,00;

Técnico do MPU: R$ 55,00.

No ato de preenchimento da ficha de inscrição on-line o candidato deverá imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) correspondente ao cargo e respectivo valor da taxa de inscrição. O prazo para pagamento da taxa é até o dia 1º de outubro de 2018.


Provas Concurso MPU 2018

Para ambos os cargos haverá a aplicação de provas objetivas de conhecimentos básicos e objetivos, previstas para ocorrerem em 21 de outubro de 2018, no turno da manhã para Analista e a Tarde Técnico. Ainda haverá prova discursiva para o cargo de Analista, que consistirá de dissertação, de até 30 linhas, sobre o tema Legislação aplicada ao MPU e ao CNMP, constante dos Conhecimentos Básicos.


Na data provável de 8 de outubro de 2018, será publicado no Diário Oficial da União e no site do Cebraspe o edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.


O que é e como trabalha o MPU

O Ministério Público da União é um órgão que nos últimos quatro anos tem se destacado muito no combate ao crime organizado dentro do âmbito político. Ele abrange os quatro seguintes ramos: Ministério Público Federal (MPF); Ministério Público do Trabalho (MPT); Ministério Público Militar (MPM); e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).


O MPU faz questão de afirmar que a sua organização, suas atribuições e seu estatuto são diferentes dos Ministérios Públicos dos Estados (MPEs). MPU e MPE são regidos por leis diversas (Lei Complementar nº 75/1993 e Lei nº 8.625/1993, respectivamente).


O MPU tem autonomia funcional, administrativa e financeira asseguradas por lei. A carreira técnico-administrativa de qualquer um dos quatro ramos que abrangem o MPU é única. Na prática, isso significa que se candidato prestar concurso público para o MPU, tal como o que agora encontra-se aberto, ele pode ser lotado em qualquer um dos ramos.


O procurador-geral da República é o chefe do MPU e do MPF. Ele é, também, o procurador-geral Eleitoral. Nomeado pelo presidente da República, após aprovação do Senado Federal, cabe a ele, dentre outras atribuições nomear o procurador-geral do Trabalho (chefe do MPT), o procurador-geral da Justiça Militar (chefe do MPM) e dar posse ao procurador-geral de Justiça do Distrito Federal e Territórios (chefe do MPDFT).


Ações do MPU

a) defesa da ordem jurídica, isto é, zelar pela observância e pelo cumprimento da lei. Atua, portanto, como fiscal da lei, uma atividade considerada interveniente;


b) defesa do patrimônio nacional, do patrimônio público e social, do patrimônio cultural, do meio ambiente, dos direitos e interesses da coletividade, especialmente das comunidades indígenas, da família, da criança, do adolescente e do idoso. 


c) defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis.


d) controle externo da atividade policial. Trata-se da investigação de crimes, da requisição de instauração de inquéritos policiais, da promoção pela responsabilização dos culpados, do combate à tortura e aos meios ilícitos de provas, entre outras possibilidades de atuação. Os membros do MPU têm liberdade de ação tanto para pedir a absolvição do réu quanto para acusá-lo.


EDITAIS, COMUNICADOS E INFORMAÇÕES

    22/08/18    Edital nº 1 - Abertura



GOSTOU DESTE OPORTUNIDADE? NÃO PERCA TEMPO, CONFIRA AS APOSTILAS E CURSOS DISPONÍVEIS PARA CONCURSO MPU


Todos os Direitos reservados © Solução Concursos 2018